Entre tantas válvulas de escape, buscadas pelas pessoas no isolamento causado pela pandemia do novo coronavírus, o consumo de vinho aumentou 72% no 3º trimestre de  2020

Todos nós já ouvimos que tomar uma taça de vinho no fim do dia pode ser bom para a saúde, não é mesmo? Mas, será realmente saudável

Neste artigo desvendamos esta história e contamos alguns dados científicos sobre os efeitos do vinho em nosso organismo. Continue a leitura até o fim e descubra. 

Como o álcool afeta o corpo

Para saber se o hábito de tomar pequenas doses de vinho por dia é saudável, é importante entendermos como o álcool atua em nosso corpo. 

No passado, era comum recomendações para tomar uma dose de vinho, equivalente a uma taça, ao dia. Os benefícios eram vastos e estavam associados a determinadas substâncias encontradas no vinho que poderiam reduzir a chance de problemas cardiovasculares e infarto.

No entanto, na tentativa de traçar parâmetros mais conscientes da influência do consumo de bebidas alcoólicas, um estudo global publicado em 2018, na revista The Lancet, afirma que não existe um nível seguro para o consumo de álcool.

Alguns outros trabalhos falam que a quantidade de bebida alcoólica não deveria passar de uma dose padrão por dia, entre 15 e 20 gramas de etanol, equivalente a uma taça de vinho, uma dose de bebida destilada (cachaça ou uísque) ou uma dose clássica de cerveja. 

Para entender melhor esses estudos, conversamos com um especialista. De acordo com o Médico clínico e Hepatologista, do Centro de Especialidades Médicas Santa Casa BH, Dr. Rodrigo Cambraia, a análise publicada pela Lancet foi “muito geral”. 

“A análise não considerou qual tipo de problema e a quantidade estratificada, seja em pequena e em quantidade acentuada. Simplesmente associou complicações de saúde, problemas sociais e alcoolismo”, explica.

 O hepatologista alerta que, independentemente do vinho, qualquer bebida alcoólica contém etanol em proporções e percentuais diferentes, que podem ser tóxicos para o fígado e para o organismo. 

“Como hepatologista, eu recomendo fortemente que não haja bebida alcoólica na vida de quem já tem o fígado comprometido”, alerta. 

Problemas sociais causados pela bebida alcoólica

Além de diversos problemas de saúde provocados pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o alcoolismo também causa problemas sociais graves que estão diretamente relacionados à violência no trânsito, violência doméstica e  abandono do emprego. 

Dr. Cambraia afirma que a bebida alcoólica precisa ser interpretada em um conceito individual, físico, sócio-psíquico de cada pessoa, cada paciente e cada ambiente familiar.

“Pequena quantidade pode ser inócua para o corpo, mas pode ser catastrófica para o relacionamento entre casal, entre pai e filho, entre o ser humano e seu trabalho, e convívio social”, adverte.

Vinho não é remédio para o coração

Em relação aos benefícios do vinho para prevenir problemas cardiovasculares, o Dr. Rodrigo nos lembra que não há nada comprovado cientificamente.

 “A ciência não é precisa sobre isso, eu não recomendaria o uso de vinho na intenção de se proteger. Vinho não é remédio para o coração”, pontua. 

Outras opções mais saudáveis 

Temos que considerar que o vinho vem da uva. E, justamente por isso, nos traz esses benefícios interessantes para o corpo. Portanto, podemos optar por outras variedades mais saudáveis, e sem álcool, que também incluam os nutrientes na fruta. 

 Um exemplo disso seria comer uvas regularmente, basicamente. Com essa prática simples, também poderíamos nutrir nosso corpo com polifenóis e outros componentes antioxidantes, sem o efeito nocivo do álcool.

Consumo moderado

Todavia, o Dr. Rodrigo afirma que a bebida alcoólica somente causa prejuízos ao organismo de pessoas saudáveis quando há a ingestão em excesso, isto é, se a pessoa consumir mais de uma taça de vinho por dia. Portanto, é importante ressaltar que o consumo do vinho deve ser moderado.

Ficou com alguma dúvida se faz mal beber vinho todo dia ou quer saber mais sobre o assunto? Escreva-nos um comentário ou deixe sua opinião. Será uma satisfação para nós!