A cirurgia bariátrica é uma das opções para o tratamento da obesidade, mas isso não significa que qualquer pessoa acima do peso pode tê-la como aliada no processo de emagrecimento. Quer saber quando é indicada e tudo sobre a intervenção? Então, confira essas e outras curiosidades sobre o procedimento. 

Quem pode fazer a cirurgia bariátrica 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cirurgia bariátrica é para você se:

  • Maior de 16 anos;
  • Indicado por um endocrinologista ou outro especialista; 
  • Seu índice de massa corporal (IMC) for acima de 35 Kg/m² (obesidade), e caso tenha complicações como apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes, aumento de gorduras no sangue e problemas articulares; 
  • Seu IMC for superior a 40 Kg/m² (obesidade extrema), que não tenham obtido sucesso na perda de peso após tratamento clínico – incluindo o uso de medicamentos.

É importante lembrar que a cirurgia bariátrica não é para todos que estão gravemente acima do peso. É necessário atender a certas diretrizes médicas para se qualificar para a cirurgia. Desse modo, provavelmente, você terá um amplo processo de triagem até que se tenha o diagnóstico para a cirurgia.

Você também precisa estar disposto a fazer mudanças permanentes para levar um estilo de vida mais saudável.

Pode ser necessário que você participe de planos de acompanhamento a longo prazo que incluem monitorar sua nutrição, estilo de vida e comportamento, e suas condições médicas.

E lembre-se de que a cirurgia bariátrica é cara. Além disso, nem todas as pessoas têm condições de investir em um plano de saúde, ou em clínicas particulares. Por isso, o Hospital São Lucas criou a clínica São Lucas Para Todos, um programa que oferece cirurgias eletivas a preços populares e facilidade no pagamento. Por meio deste link, você terá informações mais detalhadas sobre o São Lucas Para Todos.   

Riscos 

Como qualquer outra cirurgia, a bariátrica também apresenta riscos. Aqui estão alguns deles que merecem atenção:

  • Transferência de um vício (de comer) por outro (álcool ou cigarro, por exemplo);
  • Anemia e deficiências nutricionais após a cirurgia;
  • Vômito, diarreia e sangue nas fezes;
  • Fístulas na região operada;
  • Sangramento interno;
  • Embolia pulmonar.

Tipos de Cirurgia bariátrica 

O CFM (Conselho Federal de Medicina) reconhece 04 técnicas para realização da Cirurgia Bariátrica: 

Bypass Gástrico

Técnica mais utilizada no Brasil, correspondendo a 75% dos casos, nesse procedimento é feito um grampeamento de parte do estômago, reduzindo o espaço para ingestão de alimentos. 

Gastrectomia Vertical ou Sleeve:

Consiste em retirar parte do estômago, sendo, portanto, irreversível. 

Derivação Biliopancre:

Esta técnica associa a Gastrectomia Vertical, com o desvio intestinal. Como resultado, reduz a absorção de calorias e nutrientes. 

Banda Gástrica Ajustável:

A banda gástrica é colocada através de uma cinta e dificulta a passagem do alimento. 

Seja qual for a técnica, um critério permanece, a necessidade de avaliação de um bom profissional. É também de extrema importância, o acompanhamento pré e pós-cirurgia de especialistas confiáveis e em uma instituição bem conceituada

Portanto, se você precisa ou conhece quem precisa de algum desses procedimentos, pesquise bem e busque referências.

Solicite uma avaliação pré-cirúrgica no São Lucas Para Todos.

Como você se prepara 

Seja qual for a técnica da cirurgia bariátrica, você precisa antes passar por alguns procedimentos. Conheça alguns deles.

  • Check-up completo de todas as funções do organismo, buscando avaliar possíveis riscos da cirurgia;
  • Avaliação e tratamento psicológico de qualquer instabilidade emocional, pois o procedimento costuma gerar ansiedade;
  • Além das consultas com psicólogo, há ainda outras necessárias, como o nutricionista e fisioterapeuta — relacionadas ao pré e pós-operatório (dieta, reposição de vitaminas e sais minerais, prática de exercícios físicos, acompanhamento nutricional, acompanhamento psicológico etc).
  • Dependendo do estado do paciente, é preciso tratar outros problemas.

Depois da cirurgia bariátrica

A recuperação da cirurgia bariátrica varia de acordo com as características do paciente e até mesmo com a técnica adotada. Em linhas gerais, ela vem se tornando cada vez mais satisfatória e dinâmica, sobretudo para pacientes que seguem as orientações médicas e contam com apoio dos familiares.

Para estar plenamente recuperado, é natural que se passem alguns meses, em que a pessoa tende a perder, usualmente, entre 10% a 40% do peso inicial, sendo essa perda mais intensa nas primeiras semanas. Aliás, o período inicial costuma implicar em mais sintomas, como náuseas, vômitos e diarreia.

Esse quadro pode ser mais intenso após as refeições, o que apenas reforça ser necessário redobrar os cuidados com a alimentação e com o retorno às atividades da vida cotidiana. Exercícios respiratórios podem ser indicados nos primeiros dias de pós-operatório, para melhorar o conforto e prevenir complicações pulmonares.

Alimentação

Após a cirurgia, geralmente não é permitido comer por um ou dois dias para que seu estômago e sistema digestivo possam sarar. Então, seguirá uma dieta específica por algumas semanas.

A dieta começa apenas com líquidos, depois progride para alimentos mais macios como purês e, por fim, para alimentos sólidos. Você pode ter muitas restrições ou limites sobre a quantidade e o que pode comer e beber.

Você também fará exames médicos frequentes para monitorar a saúde nos primeiros meses após a cirurgia. Além disso, pode ser necessário exames laboratoriais, de sangue e vários outros.

A cirurgia bariátrica é certa para você?

Uma equipe de médicos, enfermeiras e outros especialistas o ajudará a determinar se esta é uma opção apropriada para você.

É preciso avaliar os benefícios e riscos, prosseguir com os planos pré e pós-operatórios e assumir um compromisso vitalício com um novo programa de nutrição e exercícios.

Procedimentos estéticos pós-bariátrica 

É importante lembrar que, em alguns casos, a cirurgia bariátrica pode deixar excesso de pele, gordura localizada e flacidez, o que pode desanimar muitas mulheres.

Por isso, caso seja necessário, procedimentos estéticos podem ser extremamente importantes para elevar a autoestima. Desse modo, a Clínica São Lucas Para Todos oferece cirurgias plásticas a preços acessíveis, podendo parcelar em até 12 vezes no cartão. Acesse nosso site, ou então ligue nos telefones (31) 3238-8500 e confira você mesmo todos os procedimentos oferecidos!