As adenoides de uma criança às vezes podem ficar inchadas e, ocasionalmente, infectadas. Se a adenoide aumentada causar dificuldades para dormir ou respirar, o médico pode recomendar a remoção.

Neste artigo, veremos o que são as adenoides, os sintomas de seu aumento e as razões para sua remoção. Também explicamos o procedimento de remoção da adenoide, riscos e possíveis complicações e recuperação após a cirurgia.

Confira! 

O que são adenoides?

As adenoides são pequenos aglomerados de tecido linfoide que ficam localizados entre a parte de trás do nariz e acima da garganta.

É uma forma de proteção e defesa do organismo contra partículas aéreas, vírus e bactérias que vão se acumulando no nariz e garganta.

As adenoides são maiores quando você é criança. Eles então começam a encolher e geralmente desaparecem quando você se torna adulto.

Mas o crescimento exacerbado pode ser um problema que afeta especialmente crianças e pode se agravar durante a puberdade. Veja quando é necessário fazer a cirurgia de remoção. 

Quando as adenoides precisam ser removidas

As adenoides de uma criança às vezes podem ficar inchadas ou aumentadas. Isso pode acontecer após uma infecção bacteriana ou viral, ou depois que uma substância desencadeia uma reação alérgica.

Geralmente, as adenoides inchadas causam apenas um leve desconforto e o tratamento não é necessário. No entanto, para algumas crianças, pode causar grande desconforto e interferir na sua vida diária.

Pode ser necessário remover adenoides se seu filho tiver:

Problemas respiratórios 

Seu filho pode ter dificuldades para respirar pelo nariz e, em vez disso, respirar pela boca, o que causa problemas como lábios rachados e boca seca. 

Dificuldade em dormir 

O seu filho pode começar a roncar e, em casos graves, algumas crianças têm respiração irregular enquanto dormem e ficam com muito sono durante o dia (apneia do sono).

Dificuldade na audição

Problemas recorrentes ou persistentes nos ouvidos, como infecções do ouvido médio (otite média) ou orelha colada (quando o ouvido médio fica cheio de líquido).

Sinusite recorrente ou persistente 

O que leva a sintomas como coriza constante, dor facial e fala anasalada. 

Os adultos geralmente não precisam de uma cirurgia de remoção das  adenoides. Em geral, elas encolheram, de modo que não é provável que causem problemas.

Tratamento da hipertrofia de adenoides 

Após diagnosticada, a hipertrofia da adenoide pode ter seu tratamento iniciado com o uso de antibióticos, anti-inflamatórios ou corticoides. Mas caso a inflamação seja frequente, a cirurgia é recomendada, por isso a importância da avaliação de um especialista

A cirurgia de remoção

A cirurgia é realizada com anestesia geral e as adenoides removidas pela boca. Apesar de simples, com duração média de 30 minutos e alta normalmente dada no mesmo dia, a recuperação vai levar uma média de 02 semanas onde é necessário repouso e reclusão. 

A cirurgia não interfere no sistema imune, já que este apresenta outros mecanismos de defesa.  E após ser realizada, normalmente não gera reincidência de crescimento ou nova demanda de cirurgia. 

É recomendado aos pais que acompanhem seus filhos e ao menor sinal de dificuldades respiratórias, agendem com um otorrinolaringologista para melhor avaliação. 

Quando procurar aconselhamento médico

Entre em contato com seu médico imediatamente ou vá ao pronto socorro mais próximo se seu filho apresentar os seguintes sintomas logo após a cirurgia:

  • Sangramentos pelo nariz ou boca;
  • Temperatura muito alta e calafrios;
  • Dores persistentes mesmo após tomar os analgésicos;
  • Não conseguir beber nenhum líquido.

Remoção também das amígdalas

Se seu filho tem episódios graves ou frequentes de amigdalite, o médico pode sugerir a remoção das amígdalas e adenoides ao mesmo tempo.

Estes são procedimentos rápidos e simples e raramente há complicações. Porém, como em qualquer outra cirurgia, pode haver agravamento. 

Complicações 

A cirurgia de remoção de adenoide geralmente é segura e crianças saudáveis ​​apresentam baixo risco de complicações. No entanto, os possíveis efeitos colaterais incluem:

  • Problemas para engolir;
  • Febre;
  • Náusea e vômito;
  • Dor de garganta;
  • Dor de ouvido;
  • Mau hálito.

A criança pode sentir dor ou desconforto na garganta, nariz e ouvidos por vários dias após a cirurgia.

Recuperação após remoção de adenoide

O médico pode prescrever analgésicos para ajudar a aliviar a dor.

Em geral, a maioria das crianças se recupera da remoção da adenoide em uma a duas semanas. Fazer o seguinte pode ajudar na recuperação dos pequenos:

  • Oferecer muito líquido para ajudar a prevenir a desidratação. Picolés podem ser úteis se a criança não estiver bebendo o suficiente ou se sentir mal. Se ocorrerem sinais de desidratação, contate um médico imediatamente;
  • Comer alimentos macios pode ajudar no caso de dor de garganta, mas beber é mais importante do que comer. É provável que a criança volte a comer normalmente após alguns dias;
  • Manter a criança em casa, longe da escola ou da creche, até que ela coma e beba normalmente e durma bem.
  • Evitar viajar de avião por pelo menos 2 semanas após a cirurgia.

Caso necessário, o Hospital São Lucas tem um Pronto Atendimento Pediátrico 24 horas para te atender. Somos referência em saúde suplementar pediátrica em Belo Horizonte, oferecendo uma linha completa de cuidados, desde o diagnóstico até cirurgias de alta complexidade.

Conheça todas as especialidades atendidas em nossa Unidade Pediátrica clicando neste link. Em caso de dúvidas, ligue (31) 3238-8597 ou 8445.